Gestão de construção civil

Gestão de construção civil

Gestão de construção civil

A gestão de construção civil é quase uma consequência da natureza do projeto. Para que um projeto tenha êxito, seja implantado, é necessário administrar recursos, com restrições de tempo, custos, qualidade, entre outros, de modo a fazer com que o projeto atenda seus objetivos e satisfaça a todos os que nele estiverem envolvidos.

Isto é gestão de construção civil, ou seja, um projeto não se materializa espontaneamente, precisa ser gerenciado. Gerenciar projetos é fazer com que o projeto seja efetivado. É possível ainda entender que a realização de um projeto está assentada sobre um tripé, a saber: o plano (objetivos, cronogramas, orçamentos, o projeto técnico, etc.), os recursos (financeiros, humanos, tecnológicos, etc) e um ambiente (clientes, organizações e empresas participantes, pessoas e interesses atingidos pelo projeto). Se um desses três apoios falhar, o projeto terá problemas. Gestão de construção civil pode ser entendido como a arte e a ciência de se manter este tripé permanentemente equilibrado:

Há três dimensões da gestão de construção civil: as funções,os processos e as etapas.

As funções significam o que gerenciar e incluem:

  • Escopo: definição de tarefas, responsabilidades, missões, fronteiras e interfaces;
  • Tempos: planejamento, controle e replanejamento de tempos, estabelecimento de durações, ritmos e cadências; elaboração de cronogramas físicos e físico financeiros;
  • Custos: previsões e orçamentos, controles e projeções de custos;
  • Qualidade: busca da qualidade especificada dos produtos intermediários e final, e busca de processos com baixas taxas de falhas, inclusive o do próprio gerenciamento;
  • Comunicação: estabelecimento de formas e produtos de comunicação entre a equipe e empresas internas ao projeto e destes com o ambiente externo;
  • Recursos humanos: definição e alocação de equipes, administração de pessoal, motivação e comportamentos, treinamento e desenvolvimento;
  • Contratos e fornecimentos: definir pacotes de contratações, administrar contratos, lidar com terceiros e fornecedores;
  • Risco: análise e avaliação de desvios e riscos aos objetivos do projeto.

A partir da contratação de empresas de gestão de construção civil podemos visar uma melhoria do projeto, contratações eficientes, melhores práticas contrutivas, otimização de tempo, otimização de recursos (entre materiais e financeiros) para um projeto sustentável, melhor aplicação de profissionais da área e um acompanhamento e controle essecial para o andamento do projeto e uma entrega dentro da expectativa do cliente.

Com empresas de gestão de construção civil pode-se vislumbrar custo, prazo e qualidade.

As empresas de gestão de construção civil tendem a aplicar conceitos de redução de custo e viabilidade de projeto à condições que o cliente solicita.

Principais cidades e regiões do Brasil onde a MV atende Empresas de planejamento e gerenciamento de obras:

São Paulo

  • Vila Olímpia
  • Itaim bibi
  • Pompéia
  • Brooklin
  • Perdizes
  • Limão
  • Tatuapé
  • Pinheiros
  • Guarulhos
  • Freguesia do Ó
  • Chacára Itaim
  • Guarujá
  • Ipiranga
  • Barra Funda
  • Vila Mariana
  • Vila Clementino
  • Moema
  • Cambuci
  • Piracicaba
  • Campo Belo
  • Vila Prudente
  • Aclimação

Bahia

  • Salvador
  • Rio Vermelho
  • Alphaville l
  • Canela
  • Caminho das Arvores

O conteúdo do texto desta página é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Crime de violação de direito autoral – artigo 184 do Código Penal – Lei 9610/98 - Lei de direitos autorais.